4 de Abril de 2011

Arcos de Valdevez


Arcos de Valdevez é uma vila portuguesa no Distrito de Viana do Castelo, região Norte e subregião do Minho-Lima.

Esta lindíssima vila está rodeada de natureza verdejante e banhada pelo bonito Rio Vez e está inserida no Parque Nacional da Peneda-Gerês.

Para além de toda a sua beleza natural, é também uma terra histórica, onde, segundo reza a tradição, se encontraram as tropas de Afonso VII de Leão e de D. Afonso Henriques, em 1140, dando origem à consagração do reino Português, rezando a lenda que no combate se deu uma carnificina tal que horas passadas do combate ainda o Rio Vez levava, até ao Rio Lima, sangue em vez de água.



A vila é peculiar com as suas ruas e casario irregular, velhas mansões e igrejas, como a Igreja de Nossa Senhora da Lapa, de 1767, em estilo barroco, a bonita Igreja Matriz e igreja da Misericórdia de Arcos de Valdevez.



Podemos também encontrar o Mosteiro de Ermelo, que reúne elementos arquitectónicos do românico, e várias casas senhoriais, como o Paço da Glória e o Paço da Giela um Solar fortificado, que combina o estilo tardo-medieval, visível na torre do século XIV, com o manuelino, presente nas janelas do corpo residencial.



Ao percorrer a cidade encontramos o relógio de água, com os vários chafarizes que embelezam o centro da cidade.
A não perder é a ponte velha e o antigo Campo da Feira, desde 1456, à beira rio, proporcionando uma bonita paisagem que transmite paz e sossego.




Não é apenas o património religioso e cultural que preenche os encantos de Arcos de Valdevez, as aldeias e as paisagens naturais também são uma atracção desta localidade. Não deixamos de apreciar a Branda de Bousgalinhas, a Branda de S. Bento do Cando e os socalcos do Sistelo.


A vila do Soajo é outra das atracções de Arcos de Valdevez, que vou desenvolver num outro post.

Na freguesia de Gavieira, a caminho de Melgaço, visitamos o Santuário de Nossa Senhora da Peneda. A sua construção data de finais do século XVIII.




Acredita-se que neste local tenha existido uma pequena ermida construída para lembrar a aparição da Senhora da Peneda, cujo culto foi crescendo e motivou a construção do santuário.


Lenda da Peneda

A Senhora da Peneda terá aparecido a cinco de Agosto de 1220, a uma criança que guardava algumas cabras, a Senhora apareceu-lhe sob a forma de uma pomba branca e disse-lhe para pedir aos habitantes da Gavieira, para edificarem naquele lugar uma ermida. A pastorinha contou aos seus pais, mas estes não deram crédito à história.

No dia seguinte quando guardava as cabras no mesmo local, a Senhora voltou a aparecer, mas sob a forma da imagem que hoje existe, e mandou a criança ir ao lugar de Roussas, pedir para trazerem uma mulher entrevada há dezoito anos, de nome, Domingas Gregório, que ao chegar perto da imagem recuperou a saúde. Assim, reza a lenda!

A Gastronomia da região é tipicamente minhota, e sinónimo de apetitosa, destacando-se o tradicional cozido à Portuguesa e a vitela assada.

A cidade de Arcos de Valdevez fascinou-me pelo enlace da paisagem natural e do património cultural.

Sem comentários:

Enviar um comentário